DETERMINANTES ORÇAMENTÁRIOS, POLÍTICOS E SOCIOECONÔMICOS DA SUCESSÃO POLÍTICO-PARTIDÁRIA: EVIDÊNCIAS SOBRE O COMPORTAMENTO ELEITORAL EM MUNICÍPIOS BRASILEIROS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14392/asaa.2021140302

Resumo

Objetivo: apesar das ações para a intensificação da governança, da transparência e da accountability, existem ainda tendências de os governantes manipularem resultados fiscais, orçamentários e/ou utilizarem informações políticas e socioeconômicas para direcionarem suas ações em benefício próprio, principalmente visando as suas reconduções ao cargo ou de seus partidos. Com isso, o objetivo desta pesquisa foi avaliar a interveniência de aspectos orçamentários, políticos e socioeconômicos na reeleição de gestores e na recondução de partidos nos municípios brasileiros.

Método: coletaram-se dados dos municípios brasileiros com população acima de 100 mil habitantes para os ciclos eleitorais de 2004, 2008, 2012 e 2016. Os dados foram submetidos a Regressão Logística com dados em painel.

Resultados: a probabilidade de reeleição do gestor municipal ou a recondução do seu partido ao cargo é influenciada por fatores relacionados aos eleitores que premiam aqueles prefeitos que realizam mais investimentos municipalmente, melhorando a qualidade de vida populacional, que possibilitam a minimização das desigualdades através da transferência direta de renda e que tenham maiores chances de estabelecimento de cooperação entre as demais esferas de governo por meio do alinhamento partidário.

Contribuição: a contribuição teórica é de que a assimetria informacional, as escolhas públicas que envolvem a influência de elementos humanos e institucionais, e a percepção pelo eleitor da justiça social, são fatores em conjunto que explicam a sucessão político-partidária. Como contribuição prática, discorre-se que administradores públicos podem se utilizar do aparato estatal para benefícios próprios – levando a influenciar o voto do eleitor – que não exerce a participação social e/ou não se utiliza das informações públicas e disponíveis para o conhecimento adequado da gestão e governança municipal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Carneiro da Rocha, Universidade Federal de Viçosa

Mestrando em Administração na Universidade Federal de Viçosa (UFV)

Juliana Maria de Araújo, Universidade Federal de Viçosa

Mestranda em Administração na Universidade Federal de Viçosa (UFV)

Antônio Carlos Brunozi Júnior, Universidade Federal de Viçosa

Doutor em Ciências Contábeis pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS).
Docente do Departamento de Administração e Contabilidade da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Publicado

05/12/2021

Como Citar

Rocha, T. C. da, Araújo, J. M. de, & Brunozi Júnior, A. C. . (2021). DETERMINANTES ORÇAMENTÁRIOS, POLÍTICOS E SOCIOECONÔMICOS DA SUCESSÃO POLÍTICO-PARTIDÁRIA: EVIDÊNCIAS SOBRE O COMPORTAMENTO ELEITORAL EM MUNICÍPIOS BRASILEIROS. Advances in Scientific and Applied Accounting, 14(3), 035–052/053. https://doi.org/10.14392/asaa.2021140302

Edição

Seção

ARTIGOS