USO DE INFORMAÇÕES CONTÁBEIS PELO MOVIMENTO SINDICAL DOS BANCÁRIOS

Autores

Palavras-chave:

Análise de Conteúdo. Demonstrações Financeiras. Negociações Coletivas. Sindicalismo.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi investigar a utilidade, para o movimento sindical dos bancários, dos relatórios publicados pelos bancos brasileiros. Para tanto, empregamos técnicas de análise de conteúdo para identificar e classificar o uso de informações rastreáveis nestes relatórios em matérias publicadas durante 2012 no jornal Folha Bancária, principal meio de comunicação do Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região. Identificamos 964 ocorrências, que se concentram nas matérias de maior destaque do jornal e durante o período das negociações coletivas com os representantes patronais. Lucro líquido, composição da força de trabalho, remuneração dos administradores, operações de crédito e provisão para créditos de liquidação duvidosa são os temas citados com maior frequência. Há um predomínio do uso estratégico de tais informações, que são empregadas para justificar as demandas do sindicato. Nossos resultados indicam que as informações contábeis podem ser utilizadas de modo estratégico ou contestatório pelos sindicatos, não sendo ferramentas exclusivas dos administradores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Frederico Homero Junior, USP

Mestre em Controladoria e Contabilidade. Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA/USP)

Bruno Meirelles Salotti, USP

Doutor em Controladoria e Contabilidade. Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA/USP).

Publicado

23/12/2016

Como Citar

Homero Junior, P. F., & Salotti, B. M. (2016). USO DE INFORMAÇÕES CONTÁBEIS PELO MOVIMENTO SINDICAL DOS BANCÁRIOS. Advances in Scientific and Applied Accounting, 9(3), 338–352. Recuperado de https://asaa.anpcont.org.br/index.php/asaa/article/view/276

Edição

Seção

ARTIGOS