CONEXÕES POLÍTICAS E AS EMPRESAS BRASILEIRAS: UM ESTUDO EXPERIMENTAL SOBRE AS DECISÕES DE INVESTIMENTO NO MERCADO DE CAPITAIS

Authors

  • João Marcelo Alves Macedo
  • César Augusto Tibúrcio Silva UnB
  • Márcio André Veras Machado UFPB

Keywords:

Conexões políticas. Mercado de capitais. Decisões de investimento. Teoria portfólio comportamental.

Abstract

A economia brasileira sempre dependeu da força do Estado, que, por meio de sua capacidade de investimento, alavancava certos setores. Na década de 1990, com os movimentos privatizadores e a escassez do poder investidor/gestor do Estado, as organizações buscavam formas de se financiarem. Surgiram as conexões políticas, meios de interligação de empresas ou grupos econômicos aos governos, que se dão pela estrutura de propriedade, por doações a campanhas e pelas ligações dos membros do board ou do conselho de administração com os governos. Este estudo tem a seguinte questão de pesquisa: estariam os analistas propensos a manterem, na sua carteira de investimentos, empresas que têm conexões políticas explícitas? Para tanto, utilizou-se do método indutivo, mediante uma abordagem quase-experimental, onde os respondentes recebiam novas informações e eram questionados sobre a manutenção da empresa no portfólio. A população foi de professores, estudantes e outros profissionais, das áreas de ciências contábeis, administração, economia e afins, que totalizaram 408 respondentes, sendo que a amostra finalizou com 308 respostas. Utilizou-se para análise uma regressão logística, com os testes de Hosmer e Lemeshow e de Count R² e, complementarmente, crosstabs de dados característicos dos respondentes. Os resultados apontaram para um público apolítico predominante e as variáveis: (a) classificação política (CLAS); (b) filiação partidária (FIL); e (c) indicar a empresa sem conhecimento da conexão (IND) são significativas a 10% para o modelo. Ao final, chegou-se à conclusão de que a conexão política não é percebida pelas imagens de interações de políticos e empresários, mas pelas informações da mídia em geral, como, também, que as variáveis que influenciam a manutenção de uma empresa conectada são: percepção da classificação política e filiação partidária do respondente, e o fato de se ter indicado a empresa para participar do seu portfólio antes.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

César Augusto Tibúrcio Silva, UnB

Professor do Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - UnB/UFPB/UFRN.

Márcio André Veras Machado, UFPB

Doutor em Administração pela Universidade de Brasília UnB. Professor do Programa de Pós-Graduao em Administração (PPGA) da Universidade Federal da Paraná e do Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - UnB/UFPB/UFRN.

Published

20/08/2015

How to Cite

Macedo, J. M. A., Silva, C. A. T., & Machado, M. A. V. (2015). CONEXÕES POLÍTICAS E AS EMPRESAS BRASILEIRAS: UM ESTUDO EXPERIMENTAL SOBRE AS DECISÕES DE INVESTIMENTO NO MERCADO DE CAPITAIS. Advances in Scientific and Applied Accounting, 8(2), 157–178. Retrieved from https://asaa.anpcont.org.br/index.php/asaa/article/view/176

Issue

Section

ARTIGOS

Similar Articles

You may also start an advanced similarity search for this article.